Reflexões compartilhadas

Você está convidado a visitar esta forma de compartilhar um pouco do meu pensamento. Volte sempre que quiser, e não deixe de declarar suas concordâncias e discordâncias, com relação aos meus pontos de vista.

sábado, 2 de agosto de 2014

Um Porto e novas oportunidades

No ano de 2013, após muitas discussões  e negociações, definiu-se que a X edição do Congresso Mundial de Administração seria realizado em Portugal e Espanha. Afinal, são países que passaram e estão passando por uma crise muito importante sob aspecto econômico, e que estão encontrando maneiras de aos poucos, retomar as atividades.
Quando se configurou a realização do X Congresso Mundial na cidade do Porto, dentro da Universidade Fernando Pessoa, fiquei particularmente feliz. O Porto é uma bela cidade do norte de Portugal, recentemente classificada como patrimônio mundial da humanidade pela UNESCO.
Sabemos que Portugal é um pequeno país que de certa forma é um pouco 'pai de todos nós brasileiros', mas o que por vezes não sabemos é que mesmo nele existem importantes diferenças culturais, de uma região para outra.
O Porto possui uma população muito receptiva e hospitaleira, que não mede esforços para que os visitantes se sintam bem, em casa, e que procuram auxiliar em tudo o que é possível. Após a classificação como patrimônio da humanidade, a cidade passou a receber um grande número de turistas, em especial da própria Europa, ansiosos por conhecer um pouco mais daquela antiga cidade, que agora está se redescobrindo e oferecendo novas oportunidades para seus próprios habitantes, e para aqueles que lá chegam.
A zona das caves, nas margens do Rio D'ouro, que fica entre Vila Nova de Gaia e o Porto, tem uma beleza à parte, e que com a instalação do teleférico, permite se visualizar as duas cidades sob uma perspectiva única, muito linda mesmo.
O sistema de metro recentemente instalado na cidade torna a movimentação simples e deixa nós brasileiros, mais uma vez com aquele sentimento de que as coisas permanecem sendo feitas de forma inadequada em nosso país, priorizando o transporte individual em detrimento do coletivo. Mas isso é conversa pra uma outra postagem.
O importante é se perceber que durante o X Congresso Mundial de Administração, que vai ser realizado em janeiro de 2015, haverá a oportunidade de conhecer um pouco mais deste local magnífico, deste país que é, de certa forma, terra de todos nós. A cidade do Porto, em Portugal.



sábado, 16 de novembro de 2013

Ultimo dia da Missão – visitando o Museu da História da Computação e a NASA

Com a missão se aproximando de seu final, o último dia de agendas se iniciou com uma visita na cidade de Santa Clara, ao Museu da História da Computação. O grupo passou a manhã conhecendo de perto os primeiros 2000 anos da história da computação em nosso planeta, tendo oportunidade de ver os mais primitivos artefatos utilizados para esta finalidade, equipamentos famosos, como a máquina de Babbagge, e até mesmo o famoso ENIAC, tido pelos americanos como o primeiro computados construído pelo homem, em 1946. Passando por todos os períodos desde então, equipamentos das décadas de 1950, 1960, 1970, chegando aos primeiros Apples, TRS-80, e IBM-PC. O grupo foi guiado e teve informações sendo passadas a todo  o instante, o que torna ainda mais significativo todo o importante momento. Também estava disponível para visitação um dos carros da google, utilizados para formar a base de dados fotográfica do google street view.








A tarde, o grupo se deslocou para o NASA Aimes Research Center, onde existe um centro de visitação que pode ser acessado pelas pessoas. Lá estão sendo exibidos desde uma capsula Mercury, até um simulador do Space Shuttle.











Para encerrar a missão, o grupo teve um jantar final de confraternização, onde foi possível conversar mais uma vez sobre tudo o que foi visto e aprendido nestes quase dez dias no vale do silício, bem como sobre a forma como isso impactou a percepção de cada um, e como isso será levado para a realidade de negócios e das atividades a partir de agora.

Visitando a Red Hat e a HP

Na manhã da quinta-feira, 14 de novembro, a Missão  Acadêmico-Empresarial da Faculdade Senac Porto Alegre teve como destino a cidade de Mountain View, a cerca de uma hora de São Francisco, onde estava agendada uma visita a uma das mais conhecidas empresas ligadas ao software livre, a a Red Hat. Inicialmente, o grupo foi recebido na sala de treinamento pelo Sr. Ranga Rangachari, diretor responsável pela negócio de Storage da empresa.  Foi feita uma apresentação sobre software livre e o papel da Red Hat, bem como um detalhamento sobre a história da empresa e o seu posicionamento atual, bem como apresentados os principais negócios da organização e os seus planos para os próximos anos. Participaram num segundo momento através de áudio-conferência, executivos da Red Hat baseados em outras cidades, que deram informações a respeito do sistema de treinamento que a empresa está desenvolvendo para capacitar profissionais e usuários a lidar com os produtos da empresa.







No período da tarde, o grupo teve como destino Sunnyvale, sede do Executive Briefing Center da HP, na região do Vale do Silício. Esteve recebendo o grupo o Sr. Anthony Alfonso, que em português recebeu o grupo e apresentou um histórico da HP, seus produtos, sua participação no mercado, e também falou sobre os segmentos que a mesma atua. Uma informação muito interessante que foi passada para os participantes da missão foi o fato de que se a HP Software fosse uma empresa independente, seria a sexta maior empresa de software do mundo, ainda um negócio multi-bilionário. Diversos executivos apresentaram suas áreas e os próximos lançamentos da empresa. A recepção preparada pela HP para o grupo realmente superou todas as expectativas. Ao final da tarde, mais uma vez os membros da missão puderam vivenciar o pesado tráfego na rodovia 101 que vai até São Francisco, tendo as suas quatro pistas totalmente congestionadas até a entrada da cidade. 




quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Alcatraz, GSBI, Santa Clara University, NestGSV Outsourcing Brazil

Esta quarta-feira foi um dia de intensa atividade nesta missão acadêmico-empresarial ao Vale do Silício. Pela manhã, tive oportunidade de conhecer uma das mais famosas prisões do mundo, Alcatraz. Conhecida como "The Rock", este pequeno pedaço de  terra já foi uma fortaleza do exército americano, prisão de segurança máxima e também local de invasão dos índios americanos no final dos anos 1960. Muitos filmes foram inspirados naquele espaço, onde alguns dos mais famosos bandidos de todos os tempos, como o mafioso Al Capone, ficaram presos. Foi possível conhecer, no rápido período em que ficamos na ilha, algumas das mais significativas histórias do local.




Em seguida, ainda no final da manhã desta quarta, o grupo se deslocou para a cidade de Santa Clara, onde estivemos na GSBI, Global Social Benefit Institute, um grupo dentro da Universidade de Santa Clara dedicado a apoiar os empreendedores sociais das mais diversas partes do mundo. O apoio se dá tanto no processo de elaboração de projetos e operação, como também no desenvolvimento de projetos de engenharia necessários para a sua implementação. Fomos recebidos pela Sra. Elizabeth Sweeny, gerente de programa de inovação da Escola de Engenharia da Universidade de Santa Clara, e pela Sra. Pamela Roussos, diretora de alianças estratégicas da GSBI. Na sequencia realizamos um tour de reconhecimento guiado pela Universidade de Santa Clara, que tem origem jesuita, tem cerca de 8000 alunos e 700 professores e cobra em média US$ 40.000,00 anuais de cada aluno. Foi uma experiência muito significativa para o grupo conhecer mais sobre estas importantes instituições.








Em seguida o grupo se deslocou para a NestGSV, condomínio empresarial em Redwood Hill, onde fica localizada a Outsourcing Brazil, empresa que representa diversos interesses de empresas brasileiras no vale do Silício, além de acelerar o desenvolvimento de outras. Fomos recebidos pela Sra. Gloria Hunt, que nos apresentou as instalações, falou a respeito dos negócios desenvolvidos naqueles ambientes, e nos acompanhou no evento que estava sendo realizado. Dentro do ambiente da NestGSV realizou-se uma apresentação de Pitch de Start-ups, onde negócios da Colômbia, Korea e Estados Unidos, em sua maioria start-ups, foram apresentados para uma platéia de mais de 100 empreendedores, investidores e interessados em negócios. Foi uma oportunidade fantástica para conhecer empresários dos mais variados países, como a Sra. Radhika Emers da India, morando ha 30 anos nos EUA que tem uma empresa de representação no Vale do Silício, ou Jonathan Baer, investidor em novos negócios. 
Ao final, o grupo retornou a São Francisco para encerrar as atividades do dia.




quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Visitando Singularity University e Camara de Comercio de Santa Clara

                     Cerca de uma hora de São Francisco está o centro de pesquisa da NASA, que pode ser visto à distância, da Freeway, em função da sua imponência. Dentro deste centro de alta tecnologia está a Singularity University, um centro de desenvolvimento de pensamento disruptivo e de crescimento exponencial.




                Fomos recebidos por Aaron Frank, gestor de desenvolvimento de negócios, que abriu a sua agenda para explicar o pensamento e o funcionamento da instituição, que segundo ele mesmo define, não é uma universidade de modelo tradicional, com currículos ajustados e que permanecem muitos anos sem mudança. Trata-se de um espaço de criação de inquietação e de inspiração para a inovação. A instituição tem cursos que chama de graduação, com dez semanas de duração, programas executivos, com uma semana, e outros de menor duração.
                Durante uma hora tivemos uma intensa imersão em pensamento disruptivo e em novas tecnologias e suas consequências para o futuro da humanidade. Segundo ele, destes alunos, acabam sendo criadas start-ups, que por sua vez podem ser aceleradas dentro do ambiente da Universidade desde que tenham como pensamento projetos capazes de impactar a vida de pelo menos um bilhão de pessoas no período de dez anos.
                Esta é a ambição da instituição, e os projetos desenvolvidos tem este alinhamento. Um deles, Cambrian Genomics, tem o projeto de imprimir em impressoras 3D o DNA, que é gerado por outros desenvolvedores.  



          Após a apresentação, tivemos contato com investidores do Vale do Silício e também com diversas das Start-ups aceleradas no espaço da Universidade. Dentre as empresas que fizeram suas apresentações na busca de investidores estão:  a Focus at will, que produz aplicativos que permitem acessar músicas especialmente editadas para favorecer a concentração das pessoas;  Authentise que está desenvolvendo um software que permitirá o envio criptografado da programação de máquinas para produzir peças e equipamentos; Matternet que produz drones para transportar pequenos pacotes, e que já teve uma atuação importante do período pós terremoto no Haiti, entregando medicamentos; Genome Compile, empresa que está desenvolvendo um  CAD para  synthetic biology e também a Walkmore que produz aplicativos para cooperativas de credito trabalharem os seus processos de análise de crédito.






                Ao final da apresentação, o grupo fez uma visita à Fry´s que é uma das grandes revendas de equipamentos eletrônicos na região do Vale do Silício.
                A próxima reunião que o grupo participou foi no Centro de Convenções da Câmara de Comércio do Condado de Santa Clara. Fomos recebidos pelo presidente e CEO, Steve Von Dorn, pela gerente Geral Lisa Moreno e pelo vice-presidente David Andre. Os três executivos da organização apresentaram detalhes sobre a região do Vale do Silício, também sobre o papel da Câmara de Comércio na atração e manutenção de negócios na região. A Câmara de Comércio de Santa Clara tem também a responsabilidade da gestão do centro de eventos da região, um complexo capaz de receber até dez eventos simultâneos, e que tem um teatro de excelente qualidade, com capacidade de receber até 650 pessoas. Por cerca de duas horas os participantes da missão puderam interagir e questionar os representantes da Câmara de Comércio sobre particularidades do ambiente regional, e falar a respeito das diferenças entre caraterísticas de negócios e de legislação no Brasil e nos Estados Unidos.
                Próximo ao centro de eventos, está o novo estádio do 49´rs, o time de Futebol Americano da cidade de São Francisco, que está sendo concluído, e que, segundo o presidente da Câmara de Comércio, será o mais moderno estádio do mundo em termos de gestão por software de todos os seus ambientes, permitindo inclusive que qualquer pessoa, munida de um smartphone ou tablet, possa acompanhar o jogo, escolhendo ver todos os movimentos de um específico jogador.
                Ao término das visitas, o grupo retornou ao Hotel em Sâo Francisco.







                

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Visitando a Intel e a Stanford University

Nesta segunda-feira tivemos duas visitas muito importantes na Missão Acadêmico-Empresarial da Faculdade SENAC Porto Alegre ao Vale do Silício. Pela manhã, o grupo foi para Santa Clara, cidade a cerca de 1 hora 20 minutos de São Francisco, para visitar a Intel, uma das mais tradicionais empresas de tecnologia da informação.
O ambiente da Intel, é um imponente prédio moderno, onde tivemos acesso ao museu institucional que conta um pouco da história daquela companhia, de seus fundadores e de seus principais projetos.
Logo no início da visita, um pensamento que fica, dito pela responsável por nos acompanhar, é de que o que faz a diferença são as pessoas. Não haveria sucesso em uma empresa de alta tecnologia, se não fossem as pessoas que estão lá dentro para fazer a diferença. Sobre esta visita, os Prof. da Faculdade SENAC Porto Alegre Hunder Correa, Guilherme Machado e Franz Figueroa apresentam os seus depoimentos.

Comentários sobre visita a Intel e Stanford





A visita seguinte foi a Universidade de Stanford. Tivemos oportunidade de ser guiados e receber informações a respeito das atividades universitárias bem como dos processos de admissão e também de manutenção financeira do aluno dentro da instituição. Se por um lado podemos pensar que US$ 65.000,00 é realmente um valor altíssimo para os padrões brasileiros, também se pode pensar que o tipo de ensino e ambiente oferecido pela Universidade é profundamente diferenciado das Universidades tradicionais.
Os alunos são incentivados a ter contato com o maior número possível de atividades extra-curriculares, de modo a desenvolver um conceito de multidiciplinariedade, e trabalho com pessoas de diferentes modelos mentais. Os cursos tem uma liberdade de construção de curriculo, que facilitam justamente que o aluno possa buscar além da formação básica, aquilo que ele considera mais interessante e importante.
Sem dúvida algo muito interessante, e num ambiente fabuloso.
O Prof. Roberto Salazar, diretor do curso de Administração da ESPM Sul, fala a respeito.

Prof. Roberto Salazar fala sobre Stanford